Prefeito parabeniza alunos do Cabo destaques em Olimpíada na Índia

Orgulhos cabenses. É como estão sendo chamados os cinco estudantes da Rede Municipal de Ensino do Cabo de Santo Agostinho que conquistaram neste mês a medalha de bronze na 7º International Young Mathematician´s Convention (olimpíada internacional de Matemática), na Índia. Os alunos foram recebidos na manhã desta segunda-feira (12/12) pelo prefeito Vado da Farmácia, que os parabenizou e falou sobre a importância desse prêmio para a cidade.

A competição a nível mundial, promovida pela Rede POC (Programa de Olimpíadas do Conhecimento), aconteceu entre os dias 2 e 5 de dezembro, em Lucknow, na Índia, reunindo 80 equipes de 30 países. A delegação do Cabo foi formada pelos alunos Vitor Manoel da Costa Arraes, 16; Lara Beatriz de Almeida Barreto, 15; Marcella Vieira da Cruz Barbosa, 15; Lucas Diego dos Santos Oliveira, 16; e Wanderson Henrique Cândido da Silva, 13, todos da Escola Municipal Marivaldo Burégio. O grupo foi orientado pelo professor Marcos Vinícius e o apoio do dirigente José Alves.

Os cabenses integraram a delegação brasileira que contou também com alunos de São Paulo e Amazonas. Eles participaram de provas de raciocínio lógico-matemático, concentração, interpretação dos enunciados, criatividade e trabalho em equipe. No resultado final da olimpíada, os estudantes das Filipinas conquistaram as medalhas de ouro e de prata por equipe. Jovens do Sirilanca receberam troféus individuais.

No encontro entre o prefeito Vado e os medalhistas, o secretário Municipal de Educação, Adelson Moura, agradeceu ao gestor todo apoio prestado para que a ida dos estudantes à Índia fosse possível. “Viemos agradecer ao prefeito pela sensibilidade dele em não medir esforços para que esses jovens talentos pudessem participar desta competição internacional tão importante. Uma experiência única de levar o nome do município ao outro lado do mundo”, comentou.

O secretário de Finanças e Arrecadação do município, Michel Sued, explicou que, devido à oportunidade de participação dos jovens nessa olimpíada, a atual gestão criou um decreto possibilitando que a partir de então os estudantes da Rede Municipal de Ensino possam participar de competições ou outros eventos científicos e pedagógicos em nível estadual, nacional ou internacional com as despesas cobertas pela prefeitura. Antes do decreto esse benefício não era permitido por lei. A partir dele, a Prefeitura conseguiu garantir à equipe cabense as passagens aéreas dos alunos, hospedagem, alimentação e as passagens dos professores.

“Não poderíamos deixar de levar o nome do Cabo a esta competição. Vocês já estavam sendo vitoriosos pela participação, souberam aproveitar a oportunidade e trouxeram para o município a medalha de bronze. Vocês são orgulhos não só para suas famílias, mas para todos nós. Ficarão para a história do país por estarem entre os três melhores do mundo nessa olimpíada”, destacou Vado. Como forma de agradecimento, o prefeito recebeu um material com a foto da delegação brasileira, medalha de participação e cópias de jornais que falavam sobre a competição.

Emocionado, o professor Marcos Vinicius agradeceu à prefeitura e anunciou que no próximo ano o município participará de um evento em Londres, na Inglaterra, em 2017. “Essa experiência na Índia foi extraordinária. A partir da interação com a Rede POC, o Cabo foi convidado para apresentar um projeto de robótica e tecnologia em Londres, no maior congresso do mundo nesta área. Projeto este desenvolvido por mim, que mostra como a robótica pode contribuir para melhorar as aulas de matemática. O trabalho será apresentado pelo professor autor e por mais dois alunos da Rede Municipal, que serão selecionados a partir de um campeonato”, informou.

Na conversa com o prefeito, os estudantes falaram sobre a troca de experiências na competição e a oportunidade de conhecer outra cultura. “Eu nunca tinha imaginado participar de uma olimpíada em outro país. Foi uma experiência inesquecível, conhecer jovens de vários países e trocar conhecimentos. Foram provas muito difíceis, mas fomos desenvolvendo, passando de fase, acreditando no nosso potencial e conseguimos trazer essa medalha para o Brasil”, avaliou o estudante Lucas Oliveira. “Agradecemos a todos os professores, à prefeitura, a todos que nos ajudaram”, completou.

Texto: Raíza Muniz – Secom/Cabo

Fotos: João Barbosa