Prefeitura do Cabo e Plan International Brasil firmam parceria

WhatsApp Image 2017-01-20 at 11.32.22A prefeitura do Cabo, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo do Cabo de Santo Agostinho e a Organização Internacional Humanitária, Plan International Brasil, firmaram uma importante parceria. É o projeto “Jovens Construindo o Futuro”, iniciado no Recife em 2015 e que prevê turmas de qualificação para o Cabo, a partir de Março de 2017.

O projeto tem o objetivo de beneficiar jovens em vulnerabilidade social através da qualificação profissional e apoio ao empreendedorismo ou a inserção no mercado de trabalho.

O secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo do Cabo de Santo Agostinho, Moshe Caminha, atribui a parceria as necessidades do país, demonstrando preocupação com o futuro profissional e econômico de jovens em busca de emprego e estabilidade. “Precisamos olhar para causas deste tipo. É de fundamental importância trazer os nossos jovens para o desenvolvimento educacional, oferecendo qualificação e oportunidades de emprego tanto na indústria, quanto no comércio, inclusive para os que possuem perfil empreendedor, fazer despertar esse potencial”, comentou Moshe.

Mayara Lima Pimentel, Analista de Empoderamento Econômico da Plan International Brasil, aponta a importância desse tipo de ações para sociedade, bem como a inserção dos jovens no mercado de trabalho.
“O poder público municipal compartilha do mesmo objetivo junto a seus munícipes e assim unirmos esforços com foco em soluções eficazes para problemas que afetam empresas e sociedade através do empoderamento econômico dos jovens”, disse Mayara.

A Plan International do Brasil é uma organização que não possui afiliação religiosa, política, nem governamental, dedicada a garantia dos direitos da criança, adolescentes e jovens no contexto de desenvolvimento comunitário.

A assinatura da parceria foi no Senai Cabo, que foi referendada pelo diretor da instituição, Daniel Fagundes. Esteve presente no momento da assinatura, o vice-presidente da Rede Brasileira de Cidades Inteligentes e Humanas, Cláudio Nascimento.

Texto: Akila Soares / Secom Cabo