Prefeitura do Cabo de Santo Agostinho

Prefeitura do Cabo orienta criadores a vacinarem os gados contra febre aftosa
access_time08-06-2020



Por Caio Rodrigues

A Prefeitura do Cabo, através da Superintendência de Desenvolvimento Rural, está orientando os criadores da cidade a vacinarem contra a febre aftosa todos os bovinos e bubalinos até o dia 30 de junho. Depois de vacinar seu rebanho, o criador deve fazer a declaração on-line no site www.adagro.pe.gov.br. A vacinação e a declaração são obrigatórias e fazem parte da primeira etapa da Campanha Nacional de vacinação contra a Febre Aftosa 2020, que começou no dia 01/06 (segunda-feira).

Segundo dados do último censo pecuário, o Cabo possui em média quase 3 mil cabeças de bovinos e 300 cabeças de bubalinos (búfalos). Nesta etapa, todos os animais têm que ser vacinados. Os criadores que não realizarem a vacinação dos seus rebanhos e não fizerem a declaração no site da Adagro serão multados. Os criadores devem comunicar a Superintendência de Desenvolvimento Rural do Cabo para o órgão pleitear junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento o status de município livre da febre aftosa.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) emitiu orientações sobre procedimentos e cuidados com a vacinação. Segundo o Mapa, a vacina deve ser sempre conservada em gelo, para manter a temperatura entre 2 e 8 graus e, com o objetivo de evitar o estresse dos animais, é preferível vacinar os animais nas horas menos quentes do dia, de manhã ou no fim da tarde.

A febre aftosa é transmitida pelo contato com animais doentes ou por meio de secreções e utensílios utilizados no manejo desses animais. A transmissão também pode acontecer pelo ar, fezes, saliva ou leite. ‘’Quem lida com os animais precisa tomar uma série de cuidados, pois os vírus podem ser levados em roupas, calçados, baldes, cabrestos e nas próprias mãos. Por isso, mantenha-os sempre higienizados’’, alertou o assessor técnico de Desenvolvimento Rural, Aziel Almeida.

Os veículos e barcos que transportam animais também devem ser lavados e desinfetados. De acordo com o prefeito do Cabo, Lula Cabral, é de extrema importância a vacinação de todo o rebanho de bovinos e bubalinos da cidade. “O rebanho atingido pela doença fica com a produção de leite e carne comprometida, e os animais perdem valor, prejudicando o comércio do produto".



Mais sobre Desenvolvimento Econômico

Animais retirados das vias públicas do Cabo começam a ser devolvidos aos donos
access_time03-07-2020

Casa do Empreendedor retorna atendimento presencial
access_time02-07-2020

Prefeitura intensifica fiscalização de animais de grande porte em vias públicas
access_time29-06-2020

Prefeitura do Cabo divulga resultado da pesquisa sobre os impactos da pandemia na economia local
access_time29-06-2020

Tradicional Feira do Milho começou nesta sexta-feira (12), no pátio do Mercadão
access_time12-06-2020

Prorrogado o prazo para declaração do Imposto de Renda do MEI
access_time08-06-2020

Parceria com a Fundação Bunge lança campanha "Comprando da vizinhança, eu fico em casa"
access_time05-06-2020

Projeto Ajuda Cabo continua entrega de cestas básicas aos artesãos cabenses
access_time04-06-2020

Casa do Empreendedor disponibiliza consultoria on-line e presencial por agendamento
access_time26-05-2020

Programa Esporte & Vida oferece aulas online
access_time30-04-2020




Outras notícias

Secretaria Meio Ambiente retoma atendimento presencial
access_time03-07-2020

Novo grupo de médicos concursados é empossado
access_time03-07-2020

Gerência de Trânsito instala bloqueio móvel em frente à Caixa Econômica
access_time03-07-2020



apps
Ver mais...